Flor de São João

Pyrostegia venusta (Ker Gawl.) Miers

 

Trepadeira semilenhosa, vigorosa, de folhagem decídua no inverno, nativa em quase todo o país, de ramagem densa e florescimento vistoso, encontrada com muita frequência dispersa em campos, revestindo barrancos, margens de estradas e cerca. Inflorescências numerosas, com flores tubulares, longas, alaranjadas, claras ou escuras, formadas nos meses de inverno, quando destaca-se do restante da vegetação. Ocorre também uma variedade de flores amarelas, rara em cultivo. É a flor que enfeita os mastros das festas juninas e eleita como a flor representativa da cidade de Campinas-SP.

 

É indicada para cultivo a pleno sol para revestir grades, cercas, pórticos e pérgolas, em canteiros de solos bem drenáveis. O estresse hídrico que ocorre no inverno é fundamental para um bom florecimento.

 

Multiplica-se por sementes e com dificuldade por alporquia na forma amarela.

Plantas > Plantas da Estação > Flor de São João