Mini-Rosa

Rosa chinensis var. semperflorens (Curtis) Koehne, R. chinensis var. minima Rhd., R. rouletti Hort.

 

As espécies acima constituem a origem principal das roseiras de pequeno porte, de 20-40 cm de altura, obtidas por melhoramento hortícola e conhecidas por "mini-roseiras", cujas flores são vermelhas, róseas, brancas ou amarelas, de porte arbustivo e providas de poucos espinhos, formadas quase o ano todo, principalmente na primavera e início do verão.

 

São indicadas para cultivo a pleno sol e adequadas para vasos e jardineiras, mas principalmente para formação de conjuntos maciços ou esparsos para plantio em canteiros desenhados em amplos espaços, gramados ou não, ou em renques para plantio ao longo de caminhos, muretas, grades e cercas, com solo fertilizado, permeáveis e irrigado a intervalos. Toleram podas, quando usadas como cerca viva. Apreciam climas temperados, mas desenvolvem-se bem nos subtrópicos de inverno não definido.

 

Geralmente são multiplicadas por estacas das hastes, cortadas no final do inverno.

 

Fonte: PLANTAS PARA JARDIM NO BRASIL - Harri Lorenzi